Skip to content

Dom Demétrio Valentini sabe posar como poucos

maio 12, 2010

Esquerdista que se preza tem seu vocabulário próprio. Há anos que somos bombardeados com termos como “funcamentalistas”, “fanáticos”, “carolas”, “papa-hóstias” e outras coisas mais. Claro que tais termos só servem para demonizar, para excluir, para fechar ao debate que pensa diferente. Outros termos simplesmente não tem qualquer definição aceita, mas são utilizados assim mesmo, tal como o famoso “neoliberal” que virou arma eleitoral de um partido  — o PT — que, em última instância, mostrou-se o mais corrupto e indigno de todos. E olhe que concorrência não é fácil…

Mas que o mundo olhe para os católicos com reservas não é coisa que surpreenda quem quer que seja, pois isto sempre foi assim. Hoje em dia enfrentamos as vagas de um mundo cada vez mais relativista, em que verdades claras são enfrentadas na  base da militância.

Quando ainda cardeal, o Papa Bento XVI, na homilia da Missa que antecedeu o Conclave onde ele seria escolhido Sumo Pontífice, analisou a situação com uma clareza ímpar:

“Hoje em dia, ter uma fé baseada no Credo da Igreja é freqüentemente rotulado de fundamentalismo, ao passo que o relativismo, quer dizer, deixar- se levar para cá e para lá, e levar-se por qualquer vento de doutrina, parece ser a única atitude à altura dos tempos modernos”

Que o mundo atire seus rotulamentos e que deseje calar a voz dos católicos é coisa vulgar, coisa até mesmo que enaltece nossa luta, pois foi Nosso Senhor mesmo que nos alertou que o mundo nos detestaria. Para isto estamos preparados.

Dito isto, o que dizer de um bispo que resolve distribuir o rotulamento de “fundamentalista” a quem não concorda com sua visão torta de mundo? Pois não é exatamente isto que fez D. Demétrio Valentini, bispo da Diocese de Jales/SP?

Em declaração ao site de notícias Folha Online, o prelado não economizou no rotulamento de “fundamentalista”  a seus irmãos de episcopado. Disse ele que teme que de Brasília, onde os bispos do Brasil estão reunidos para a 48a. Assembléia Geral da CNBB, saia um “documento marcado pelo fundamentalismo”.

A fonte do medo de D. Demétrio é que vários bispos desejam palavras fortes para rejeição do PNDH-3, que para o bispo de Jales/SP traz muitos avanços. Quais avanços? D. Demétrio não diz, apesar de poder contar com o apoio da mídia sempre que quer falar algo.

A verdade é que inúmeros irmãos seus de episcopado já manifestaram, através de fortíssimas palavras, contrariedade em relação ao PNDH-3. Parece que, para D. Demétrio, todos são fundamentalistas… Que eles estejam manifestando sua “fé baseada no Credo da Igreja”, como ensinou o então cardeal Ratzinger, parece que é coisa pouca para o prelado de Jales/SP.

Mas, apesar de não declarar explicitamento o que ele considera avanços no PNDH-3, D. Demétrio deixa pistas em suas declarações ao Folha Online. Eis um trecho:

“Segundo dom Valentini, a discussão sobre o PNDH-3 na última segunda-feira foi marcada por tensão e falta de consenso. De acordo com o bispo de Jales, parte dos religiosos não aceita que o plano de direitos humanos trate de questões como a profissionalização de prostitutas, a adoção de crianças por pessoas do mesmo sexo e a união civil gay.”

Ué? Será que D. Demétrio acha então que está tudo bem em relação a estes assuntos serem enfiados goela abaixo da população por militantes homossexuais e por ideólogos que instrumentalizam até mesmo a situação de prostitutas? E ser contra que este absurdo ganhe ares de Direitos Humanos é ser “fundamentalista” na cartilha de D. Demétrio?

D. Demétrio talvez devesse sair de seu mundo cor-de-rosa de ONGs e da militância de movimentos sociais e atentar para o perigo que ronda a família e a vida humana e que vai embutido neste pacotão demoníaco que é o PNDH-3.

O blogueiro Wagner Moura elencou várias manifestações de bispos e juristas católicos contrários ao PNDH-3. É a fé católica profunda de tais pessoas que os levam a lutar contra este Cavalo de Tróia do mal que é este plano do governo Lula. Para D. Demétrio, isto é “fundamentalismo”. Que beleza!

E D. Demétrio declarou mais:

“A gente percebe que existe um patrulhamento externo, mandam centenas de e-mails [para os bispos], invocando o evangelho para condenar em bloco [o plano], para mandar o presidente para o inferno e mais não sei quem junto”

Parece que D. Demétrio tem problemas que os fiéis se manifestem junto a seus pastores… Então devemos aguentar calados enquanto o aborto e o fim da liberdade de imprensa, entre outras coisas graves, vão sendo impostas pelo governo?

O curioso é que ele jamais reclama da pressão de esquerdistas que se empoleiram na CNBB para tentar levar à frente uma agenda que em nada lembra a missão da Igreja.Vá se entender um bispo assim…

D. Demétrio parece que está um pouco mimado, pois só quer debater o que ele mesmo acha que é digno de debate. Já quando ele quer o assunto como favas contadas, solta aos ventos midiáticos que os outros são “fundamentalistas”.

Na verdade, o bispo deveria escolher melhor o que deseja debater… Quando da Campanha da Fraternidade de 2008, cujo tema era a Defesa da Vida, D. Demétrio mostrou bem sua disposição ao debate ao sair em defesa de uma coordenadora de Pastoral da CNBB (que surpresa!!!) que havia dado declarações defendendo a descriminalização do aborto. Eis o que o bispo declarou naquela oportunidade:

“Posições radicais e fechadas em torno de temas como o aborto correm o risco de comprometer a Campanha da Fraternidade, a ser lançada na próxima quarta-feira”

Ou seja, para D. Demétrio o aborto é um debate aberto. Nada de radicalismos! Que tal discutir o “direito” dos pais de assassinarem seus filhos não nascidos? Não é mesmo uma maravilha um tal relativismo?

Talvez D. Demétrio não saiba — ou não ligue… — mas foi o próprio Papa Bento XVI que afirmou que é inegociável a

“proteção da vida em todas as suas fases, desde o primeiro momento de sua concepção até sua morte natural”

Ou seja, o que o Papa afirma que é inegociável, D. Demétrio acha que é assunto de debates. Será que ele vai taxar o Papa também de “fundamentalista”?

Aliás, D. Demétrio deveria ter aproveitado a visita que fez ao Papa recentemente, cuja imagem registrando o momento encontra-se no início desta postagem, para contar a Sua Santidade suas idéias interessantíssimas sobre o que são Direitos Humanos.

Melhor ainda! Ele deveria aproveitar o momento para dizer ao Papa Bento XVI o que entende por “fundamentalismo”. Tal atitude seria no mínimo mais honesta que fazer um carnaval midiático para rotular e pressionar seus irmãos no episcopado a aceitarem suas idéias que em nada se fundamentam no que a Igreja ensina.

D. Demétrio é esperto, esperto demais até. Solta o verbo a jornalistas, mas fica caladinho sobre suas idéias quando  está junto ao Vigário de Cristo. Quanta coragem!

Tudo por uma boa foto, não é mesmo?

Anúncios
5 Comentários leave one →
  1. André Serrano permalink
    maio 26, 2010 17:00

    Prezado William Murat, já acompanhava o seu Blog “Contra o Aborto” e agora você nos brinda com este “Católico ou Caótico?”, realmente muito bom. Parabéns!

    Só posso dizer que esta atitude de Dom Demétrio é lamentável. Infelizmente!
    Olhando melhor, vemos que o Bispo não está nada bem na foto!

    • maio 27, 2010 01:22

      Caro André:

      Obrigado pelo apoio!

      Concordo contigo… Infelizmente, D. Demétrio há muito tempo que não fica bem na foto quando o assunto é ortodoxia. É isto que a TL faz…

      []’s

  2. Joao Pedro permalink
    outubro 17, 2010 15:53

    num entendi a sua posição.

    [Leia novamente até entender]

    Voce seria contra ou a favor do aborto se sua MÂE tivesse sido ESTUPRADA?

    [Sempre contra. Entendeu agora?]

  3. gianfranco poli permalink
    janeiro 28, 2011 03:29

    q pobre esse comentário… sem comentários… alias… um conselho;.. se é para falar M&@#… desative o blog meu amigo… pq de m&@# como vc o nosso pais está cheio, a começar por vc

    ######

    Liberei este comentário, com os palavrões editados, para ficar registrado o tipo de gente que dá suporte a bispos com as atitudes de D. Demétrio.

    Amigo, se te incomodou o texto, se vc ficou sentidinho, estou nem aí… Tenho compromisso contigo não, meu caro, apenas com a Verdade.

    Se vc é ou se diz católico, o curioso é que vc se incomoda com um texto que atinge teu ídolo — pois isto que é idolatria –, enquanto ignora as besteiras que ele faz, mais grave ainda por ser ele um bispo.

    Se vc nem mesmo é católico, o caso é ainda mais patético, pois vc, de fora, se acha no direito de dar pitaco.

    Finalizando: se vc quer mesmo ser levado a sério sobre o assunto é fácil, basta vc provar que as besteiras ditas pelo bispo não são besteiras. Coisa simples: prove que o aborto é um “debate aberto” na Igreja. Isto só para começar…

    Que tal? Ou isto ou vc fica aí fazendo beicinho quando lê algo que vai contra tua idolatria adolescente.

    []’s

Trackbacks

  1. Deus lo Vult! » Duas sobre Dom Demétrio Valentini

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: